sexta-feira, 16 de julho de 2010

Argentina aprovou lei de casamento entre homossexuais

Por 33 votos a favor e 27 contra, o Congresso argentino aprovou nesta quinta-feira, 15 de julho, a lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Para a presidente Cristina Kirchner, que está na China, “foi um passo positivo que defende o direito da minoria”.

A líder sul-americana recordou exemplos como o dos Estados Unidos que até algum tempo atrás não permitia o matrimônio inter-racial, e que há 50 anos as mulheres de seu país não podiam votar. Ela ressaltou que a única forma de se casar era na Igreja.

Para a Comunidade Homossexual Argentina (CHA, sigla em espanhol), a nação avançou no que diz respeito aos direitos civis e humanos. De acordo com a entidade, “Hoje a Argentina é um país mais igualitário, mais justo para gays, lésbicas, travestis, transexuais, intersexuais, bissexuais e também para os heterossexuais”.

No entanto, a medida foi bastante criticada pela Igreja Católica local, que afirmou que os interesses de uma minoria entrava em detrimento com os da maioria da população e que a lei autorizava um “pseudo-matrimônio”, o qual “carecia de legitimidade social” e “causava danos ao bem-social”, segundo a Agência Informativa Católica Argentina (AICA).

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics