domingo, 27 de fevereiro de 2011

Chile poderia fazer fronteira com o Brasil, diz pesquisa

Bolivianos estão negociando com Chile uma saída para o mar

Uma pesquisa divulgada neste sábado (26/2) pelo site boliviano “Página Siete”, mostra que cerca de 25% da população desse país não se importaria em ceder ao Chile parte das terras que faz fronteira com o Brasil. La Paz e Santiago estão negociando uma possível saída boliviana para o mar.

800 pessoas foram consultadas, entre os dias 12 e 14 deste mês, nas cidades de Cochabamba, El Alto, La Paz e Santa Cruz para saber se aceitariam trocar parte do território para tentar resolver um problema debatido desde 2006, entre Evo Morales e Michelle Bachelet.

49% dos entrevistados são contra a ideia, enquanto que 45%, a favor. 6% não souberam opinar. Mais da metade dos jovens entre 18 e 30 anos apoiam a permuta, porém os mais velhos (45 a 57 anos), não.

59% dos que são a favor da medida concordam que a Bolívia deveria ceder parte do território na fronteira com o Chile.

Em outubro passado, Peru e Bolívia renovaram um convênio de 1992, permitindo que esta use por 99 anos cerca de três quilômetros de seu território no Pacífico, na região de Ilo.

Em 1903, Brasil e Bolívia fizeram um escambo geocomercial, no qual o gigante da região adquiriu por dois milhões de libras esterlinas (mesma quantia paga para que Portugal reconhecesse a nossa independência) o atual estado do Acre, de interesse brasileiro durante o Ciclo da Borracha. Além disso, os brasileiros construiriam uma estrada de ferro (Madeira-Marmoré) para que os bolivianos tivessem uma saída para o Atlântico, além de permitir que usassem o rio Paraguai – no Mato Grosso – para transportar mercadorias. Atualmente, a ferrovia não serve para nada e foi tombada como patrimônio histórico.

Apenas dois países da América do Sul não possuem saída para o mar: Bolívia e Paraguai. Somente Chile e Equador não fazem fronteira com o Brasil.

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics