sábado, 12 de março de 2011

Japão: mais de 160 réplicas do terremoto em apenas 24 horas

A força do tremor pode ter mudado o eixo de rotação da Terra, segundo instituto italiano.

163: esse é o número de réplicas que foram registradas só nas primeiras 24 horas, após o terremoto de 8,9 graus Richter, que devastou o Japão, nesta sexta-feira (11/3), contado por LEITURA SUBJETIVA. As magnitudes variaram de 4,7 a 7,1 graus Richter. Continuam ocorrendo abalos, de acordo com o Serviço Geológico dos EUA (USGS, sigla em inglês).

A força do tremor gerou um tsunami de 10 metros de altura, arrastando carros e causando destruição por toda a parte, sendo então considerada a pior catástrofe dos últimos 140 anos no país.

Vídeo: Youtube/Reprodução


Momento em que veículos são levados pela força do tsunami

Estima-se que a quantidade de mortos pode passar de mil, no entanto, um pouco mais de 400 foram confirmados, enquanto outras 200 pessoas poderiam estar na mesma situação. Com isso, já passaria de 600 perdas. Além disso, outras 700 estariam desaparecidas, segundo a imprensa local.

Uma das maiores preocupações das autoridades é as usinas nucleares, já que nem todas conseguiram ser desligadas, liberando assim radiatividade na região. No momento, a Agência de Segurança Industrial e Nuclear estaria tentando confirmar a explosão de um reator, na estação de Fukushima.

O governo brasileiro informou ao primeiro ministro japonês, Naoto Kan, que está disposto a ajudar o país. Já a Argentina e o México estão enviando equipes de especialistas para ajudar nas buscas e salvamento. A missão sul-americana será composta por Cascos Blancos, que forma parte do voluntariado das Nações Unidas para catástrofes.

Um estudo preliminar do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália (INGV) afirma que o abalo pode ter deslocado em pelo menos 10 centímetros o eixo de rotação da Terra. Semelhante fenômeno teria ocorrido em fevereiro do ano passado com o tremor do Chile, que teria reduzido em alguns milissegundos a duração dos dias no planeta, conforme relatou a Nasa, naquela ocasião.

Leia também:




Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics