terça-feira, 5 de abril de 2011

Camada de Ozônio teve perda recorde no Ártico

Imagem: OMM/Divulgação

A Camada de Ozônio bateu mais um recorde negativo com uma redução de 40% de sua área na região do oceano Ártico (foto), entre dezembro de 2010 e abril deste ano, durante o inverno no hemisfério norte, de acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM), nesta terça-feira (5/4).

O recorde anterior era de 30%. A diminuição da camada, tanto nas regiões do Ártico – pólo norte – e da Antártida – pólo sul – é um fenômeno anual que ocorre no inverno dos respectivos hemisférios, devido ao intenso frio na estratosfera, a segunda camada principal da atmosfera após a troposfera.

No entanto, o principal motivo para a perda do escudo que protege o planeta contra os raios ultravioleta é a alta emissão de poluentes.

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics