domingo, 10 de abril de 2011

Direitos Humanos: Brasil não dá importância para relatório publicado por EUA

O Itamaraty informou, nesta sexta-feira (8/4), que não fará comentários sobre o Relatório Anual de Direitos Humanos de 2010, publicado pelo Departamento de Estado norte-americano, naquele mesmo dia, que trata de supostas violações no mundo, incluindo o nosso país. Para o governo brasileiro, o documento não tem significado algum, uma vez que o mesmo é produzido por um país que se atribui a função de avaliador dos direitos humanos no mundo, mas que não se inclui em suas análises.

“O Brasil permanecerá engajado, em particular, no mecanismo de Revisão Periódica Universal do Conselho de Direitos Humanos, instância criada para avaliar situações de direitos humanos nos países membros das Nações Unidas”, conclui a nota do MRE.

O documento menciona uso indiscriminado da força letal e supostos abusos e torturas a civis, além de intimidação a testemunhas que se depuseram contra policiais, cometidos por policiais, especialmente os fluminense e paulistanos.

O relatório também destaca uma melhoria nas policias do Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco e Paraíba na tentativa de combaterem execuções extrajudiciais, por exemplo, por parte de milicias.

Em SP, por exemplo, entre janeiro e setembro do ano passado, 392 civis teriam sido mortos em ações policiais. No mesmo período em relação a 2009, foram 400. No RJ, foram 500 pessoas, no entanto, não cita se são civis ou criminosos.

As Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) parecem garantir mais segurança aos moradores que as têm, pelo menos é o que diz o relatório, com base numa pesquisa que mostra 93% de aprovação por parte das pessoas que vivem nessas áreas. 70% dos habitantes que vivem em locais onde a UPP ainda não chegou, gostariam de ter uma unidade em seu bairro.

O informe foi produzido a partir de relatórios da Anistia Internacional, além de notícias de jornais, por exemplo.

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics