segunda-feira, 11 de abril de 2011

Japão: um mês depois da tragédia

Informação atualizada em 11/04/2011, às 16h06

Nesta segunda-feira (11/4), faz um mês que um terremoto de 9 graus Richter e um maremoto de 16 metros de altura devastaram a costa nordeste do arquipélago de Honshu, no Japão. Até o momento, já foram registrados 13.130 mortos, a maior parte na região de Miyagi. No entanto, outras 13.718 pessoas continuam desaparecidas, o que poderia fazer com que o total de vítimas fatais chegasse a 27 mil.

Das 450 mil pessoas que estavam vivendo em abrigos temporários, por terem perdido suas casas durante a tragédia, pelo menos 145 mil delas continuam.

Hoje (11), às 17h16 locais (5h16 em Brasília), foi registrado um tremor de 7 graus Richter ao leste daquelas ilhas, segundo a Agência Meteorológica Japonesa (JMA, sigla em inglês). Contudo, o Serviço Geológico dos EUA (USGS, sigla em inglês) afirma que o mesmo foi de 6,6 graus Richter, tendo feito correção, após ter divulgado preliminarmente que a magnitude poderia ter sido de 7,1 graus. Até a publicação desta notícia, LEITURA SUBJETIVA havia contado ao menos 17 réplicas com variações de 4,7 a 5,6 graus Richter. Também não se reportaram tsunami, tampouco vítimas e/ou danos materiais.

A véspera da data foi marcada por protestos de cidadãos que ainda temem o risco de contaminação dos reatores da usina de Fukushima.

Leia também:

Fukushima = Chernobil

10/07/2011: terremoto de 7 graus no Japão

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics