sábado, 28 de maio de 2011

Ex-presidente de Honduras, Manuel Zelaya, volta para casa

Informação atualizada em 28/05/2011, às 23h51

Só falta que o país seja aceito novamente na OEA

“É muito bom voltar a nossa terra e abraçar nosso povo. Este é um momento de sentimento de sentimento, esperança e otimismo para todas as democracias latino-americanas poder reconhecer o diálogo, os processos pacíficos e de reconciliação”. Essas foram as palavras do ex-presidente hondurenho, Manuel Zelaya, este sábado (28/5), ao regressar ao país um ano e 11 meses após o golpe de estado que o tirou do poder, segundo o Ministério de Relações Exteriores venezuelano, que acompanhou junto com o governo colombiano o cumprimento do Acordo de Cartagena feito entre o ex-mandatário e o atual, Porfírio Lobo, no último dia 22.

As autoridades da nação centro-americana fizeram uma recepção para a volta de Zelaya, sendo testemunhada pelo secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza. Os partidários do ex-governante comemoraram pelas ruas seu retorno, após estar exilado na República Dominicana. Contudo, ele voltou da Nicarágua, onde estava de visita.

No tratado assinado pelos dois políticos hondurenhos, Zelaya teria de volta seus direitos civis e poderia regressar ao país tranquilamente, pois não seria processado por nenhum delito/crime político. Com isso, é possível que Honduras faça novamente parte da OEA, da qual foi excluída, depois do incidente do dia 28 de junho de 2009.

Em nota, os governos brasileiro e argentino disseram, em nome do Mercosul, que estavam satisfeitos com a mediação feita por Bogotá e Caracas em relação a crise daquele país. No entanto, nem Brasília nem Buenos Aires admitiram ainda reconhecer o novo governo hondurenho.

Você vive em Honduras e testemunhou a chegada de Zelaya? Conte pra gente! Deixe seu comentário ou envie um e-mail para: leiturasubjetiva@gmail.com.

Leia também:

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics