domingo, 19 de junho de 2011

Corte judaica condena cachorro à pena de morte por apedrejamento

Um tribunal judaico de Jerusalém, no Oriente Médio, condenou, esta semana, um cachorro à morte por apedrejamento, por acreditar que se trata da reencarnação de um advogado – morto há anos – que teria insultado os juízes da corte há 20 anos, de acordo com o site israelita Ynet, nesta quinta-feira (16/6).

Há algumas semanas, o cachorro teria entrado num Tribunal de Assuntos Monetários, e assustado os visitantes. As autoridades tentaram retirá-lo do local, mas para a surpresa de todos, teria recusado a sair. Um dos juízes se lembrou que o tal advogado teria sido amaldiçoado pela corte, que desejava que seu espírito reencarnasse no corpo de um animal. E, então, supostamente teria pedido que crianças o apedrejasse. Mas, “felizmente”, como afirma o portal, o bicho fugiu. Por causa disso, uma organização de proteção aos animais registrou queixa na polícia contra um magistrado.

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics