domingo, 24 de julho de 2011

Hugo Chávez regressa à Venezuela, após 1ª etapa de quimioterapia em Cuba

Novamente, seu retorno coincide com data comemorativa.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, regressou ao país neste sábado (23/7), após ter ido a Cuba realizar a primeira etapa da quimioterapia, no último dia 16. “Voltei melhor do que quando fui”, disse o mandatário ainda no aeroporto. O retorno dele mais uma vez coincide com uma data comemorativa: o 228° aniversário de Simón Bolívar, general responsável pelo processo de independência de alguns países latino-americanos, neste domingo (24).

“Minha imensa alegria e felicidade de voltar de novo. É um dia de comemoração (…), estou orgulhoso da minha equipe, reconhecimento moral e político. Felicidades Elias Jaua [vice-presidente venezuelano]. O chefe de Estado teria pedido autorização ao Congresso para se ausentar do país, dando poderes ao vice, enquanto estivesse se tratando.

O líder sul-americano disse que os médicos em Cuba não encontraram nenhuma célula cancerígena. Mas, que estaria se preparando para um segundo ciclo de quimioterapia. Contudo, não determinou data ou se voltaria à ilha dos irmãos Castro.

Chávez também mencionou que teria recuperado peso e estar fazendo uma dieta balanceada e exercícios físicos, e dormindo das 11 da noite às cinco da manhã.

A revelação do câncer

Após visita de trabalho ao Equador e Brasil, respectivamente, o presidente venezuelano seguiu para Cuba. E lá, no dia 10 de junho, ele teria sentido dores, tendo sido operado às pressas, porque tinha um abscesso pélvico. E somente no dia 30 daquele mesmo mês, ainda na ilha centro-americana, que ele disse estar com um câncer. Porém, não especificou em qual parte do corpo. Apenas no início do mês de julho, que ele voltou ao país, para as comemorações do Bicentenário de Independência da Venezuela.

O convite de Dilma Rousseff

Hugo Chávez surpreendeu a todos, retornando para Cuba, ao invés de simplesmente vir ao Brasil se tratar do câncer, após o convite feito pela presidenta Dilma Rousseff, no dia 8 deste mês. A expectativa de que ele fosse se tratar no Hospital Sírio-Libanês era grande, principalmente da imprensa brasileira e venezuelana. Foi no mesmo hospital que a governante brasileira se curou de um câncer do sistema linfático, o mandatário paraguaio, Fernando Lugo, além do ex vice-presidente, José Alencar, que sofria de leucemia.

Leia também:




Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics