sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Venda da Schincariol a japoneses é suspensa

A alegação é a de que o direito de preferência aos sócios minoritários não teria sido respeitado

A 1ª Vara Cível de Itu (SP) suspendeu ontem (4/8), por meio de liminar, a venda dos 50,45% das ações da Schincariol à cervejaria japonesa Kirin. O pedido de suspensão teria sido feito pelos irmãos Daniela, Gilberto e José Augusto Schincariol, que detêm os 49,55% restantes das ações, que alegaram que o direito de preferência de compra não teria sido respeitado, de acordo com a Folha de São Paulo.

A Justiça exigiu que os irmãos Alexandre e Adriano Schincariol, detentores dos 50,45% das ações, apresentassem todos os documentos e cartas referentes à venda. Somente depois disso, a venda poderia ser concluída. Em caso de descumprimento da decisão judicial, multa de R$ 100 mil.

Na última segunda-feira (1), os sócios majoritários teriam vendido o controle acionário (50,45% das ações) à companhia oriental, pelo valor de R$ 3,95 bilhões.

Em nota, a empresa nipônica disse estar acompanhando o caso e ter colocado advogados, para que conseguissem legitimar a transação.

Leia também:

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics