domingo, 23 de outubro de 2011

Venezuela: médico abandona o país, após dizer em jornal que Hugo Chávez só teria mais dois anos de vida

Tumor extraído de Chávez estaria na região pélvica e seria do tamanho de uma bola de beisebol, diz médico

O cirurgião venezuelano Salvador Navarrete, quem afirmou no último dia 16, ao jornal mexicano “Milênio, que o presidente Hugo Chávez teria no máximo dois anos de vida, por causa de um câncer cuja parte do corpo nunca foi divulgada, teve de deixar de maneira repentina o país, junto com a família. Supostamente, ele teria se sentido pressionado, após visita do serviço de inteligência venezuelano, segundo a imprensa local.

Em junho passado, o líder sul-americano disse – após ter se submetido a uma cirurgia de emergência, por dores na região pélvica, durante viagem a Cuba – que estava com um câncer, sem oferecer mais detalhes sobre o mesmo. O tumor retirado seria do tamanho de uma bola de beisebol, acrescentou o médico.

Navarrete disse que, em março de 2002, às vésperas do golpe de estado, o mandatário teria sido seu paciente. E que na ocasião, Chávez supostamente teria se recusado a fazer uma endoscopia superior e inferior (na boca e no ânus, respectivamente), quando teria apresentado problemas de saúde.

O cirurgião teria descartado a possibilidade de câncer de próstata, ao acrescentar que poderia ser um sarcoma – muscular – originado na bexiga e que estaria invadindo a região pélvica. E utilizou como exemplo o fato de o presidente ter tido recentemente dores nos joelhos.

A doença de Hugo Chávez seria uma herança genética da família materna. Em 1999, por exemplo, a mãe dele teria extraído um tumor benigno na região do pescoço, mencionou o cirurgião.

Por ser um homem muito “desconfiado”, Chávez teria decido – após a tentativa de golpe de Estado contra ele – substituir todos os médicos de seu país e ser tratado exclusivamente por cubanos.

As autoridades venezuelanas negaram, neste sábado (22/10), que Navarrete tenha sido médico do governante e de sua família alguma vez na vida, ou feito parte da equipe de confiança do governo.

Além de cirurgião, Salvador Navarrete teria dirigido hospitais, escolas de medicina e membro do PSUV, o mesmo partido político de Chávez.

Logo depois da primeira quimioterapia na ilha de Fidel Castro, o líder venezuelano teria dito estar totalmente curado. Mesmo assim, repetido alguns ciclos do tratamento, por precaução.

Hugo Chávez, que está no cargo desde 1999, pretende concorrer às eleições no ano que vem. Tendo deixado isso bem claro, no momento em que sua doença ganhou destaque e compaixão dos venezuelanos. Seu objetivo é de ficar no cargo até 2031. Uma previsão como a feita por Navarrete, por exemplo, poderia colocar em risco sua vitória eleitoral.

Leia também:




Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics