quarta-feira, 18 de julho de 2012

Greve nas universidades federais completa dois meses

Categoria organiza marcha em Brasília nesta quarta-feira (18/7).

A greve dos professores das universidades federais em todo o país completou dois meses, na última terça-feira (17/7). Até o momento, pelo menos 58 faculdades, além de institutos federais, aderiram ao movimento. Inclusive, os funcionários administrativos teriam paralisado as atividades.

Os docentes reivindicam reajustes por perdas salariais desde 2010, inclusão das gratificações e um plano de carreira unificado, de acordo com a associação da categoria no Rio de Janeiro (AdUFRJ) ao LEITURA SUBJETIVA.

No último dia 13, o Ministério da Educação (MEC) apresentou um plano que foi rejeitado pelo sindicato da classe: reduzir de 17 para 13 os níveis de carreira e promover reajustes entre 24% a 45%, passando a valer a partir de 2013. Os professores argumentam que só conseguiriam suprir as perdas inflacionárias – em relação a 2010 – em 2015, que chegariam a 35%, pelo fato de pagas até os três anos próximos. Pois, nesse aumento – com base em 2010 – não estariam incluídos os 4% oferecidos neste ano, retroativos a março passado. Na proposta do governo, os docentes com regime exclusivo teriam piso de R$ 8,4 mil.

Além da incorporação das gratificações ao vencimento, o sindicato nacional da categoria (Andes) tenta negociar, desde 2011, um acréscimo de 100% para a jornada de 40 horas semanais, 210% para dedicação exclusiva. E também os reajustes por titulação: 75% para doutorado; 37,5% para mestrado; 18% para especialização; e 7,5% para aperfeiçoamento. E para os profissionais com jornada de 20 horas, um piso mínimo de R$ 2.329,35, calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em abril deste ano. O sindicato nacional também questiona se os aposentados seriam contemplados.

Outra proposta seria levada ao governo na próxima segunda-feira (30), com base em discussões em assembleias.

Marcha em Brasília

Grevistas acampados desde a última segunda-feira (16), em Brasília, organizam, para às 9h da manhã desta quarta-feira (18), uma marcha que vai da Catedral até a Esplanada dos Ministérios.

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics