segunda-feira, 23 de julho de 2012

Justiça nega pedido de liminar a Tim

A 4ª Vara da Justiça Federal no Distrito Federal negou à Tim, nesta segunda-feira (23/7), pedido de liminar que a autorizasse vender novos chips, após proibição da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), no último dia 18.

Para a Justiça, a decisão tomada pelo órgão regulador foi “dura e austera. Mas, era necessária”. Já para a operadora, prejudicaria a livre concorrência, uma vez que algumas companhias poderiam se dar bem com isso.

A Tim entrou com pedido de liminar na última sexta-feira (20). Desde a zero hora de hoje (23), que a empresa está proibida de comercializar novas linhas pré-pagas e pós-pagas em 19 unidades da federação.

A Agência tomou essa medida com base no elevado número de queixas dos usuários em sua central de atendimento e em entidades de defesa do consumidor. A Claro e a Oi também foram proibidas de vender linhas em alguns estados. No entanto, a Tim foi a mais afetada.

Repercussão nas redes sociais

Imagem: Divulgação

Desde que foi divulgada a punição para as operadoras, os internautas têm tirado sarro em redes sociais como Facebook e Twitter, ironizando os serviços prestados.

Leia também:



Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics