terça-feira, 25 de setembro de 2012

Justiça determina que vídeos que ofendem ao profeta Maomé sejam retirados do You Tube

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) determinou, nesta terça-feira (25/9), que o Google retirasse do You Tube no Brasil as cenas do filme “A Inocência dos Muçulmanos”, que ofendem ao profeta Maomé. O prazo é de até 10 dias, e a multa por desobediência será de R$ 10 mil diários. A decisão é do juiz da 25ª Vara Cível Central, Gilson Delgado Miranda, que atendeu ao pedido feito pela União Islâmica Muçulmana do Brasil.

O vídeo, que mostra o profeta como um mulherengo, é considerado uma blasfêmia e já causou protestos de indignação em todo o mundo islâmico, inclusive com ataques a embaixadas e consulados estadunidenses no Egito e na Líbia, por exemplo. Nesta última nação, o embaixador Christopher Stevens morreu sufocado, depois de o local ter sido invadido por homens que atearam fogo e bomba, no último dia 11 de setembro, coincidindo com o aniversário de 11 anos do atentado terrorista em Nova Iorque.

Com a ordem judicial, o Brasil se soma aos países que condenam o material e solicitam a sua exclusão. Em várias ocasiões, a Casa Branca – sede do governo norte-americano – já tinha se manifestado criticamente contra a exibição da obra e solicitado ao Google a sua retirada, mas teria ouvido um “não”, em nome da liberdade de expressão.

O que diz a ONG Avaaz sobre o caso

Para a ONG Avaaz, os protestos teriam a participação de apenas 0,001 a 0,007 da população mundial de muçulmanos, que estaria em torno de um bilhão e 500 milhões de pessoas. As revoltas religiosas seriam pacíficas, porém teriam se tornado agressivas, supostamente, sob a liderança de um grupo de extrema direita denominado “Salafistas”, teriam se aproveitando da oportunidade para “espalhar o ódio e demonizar os inimigos de sua ideologia”.

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics