segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Lula é eleito como o mais corrupto de 2012

Até numa enquete para escolher o mais corrupto há tentativa de corrupção

Imagem: Movimento 31 de Julho / Reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT-SP) foi eleito como a personalidade brasileira do mundo político mais corrupta de 2012, com 9.557 votos, numa enquete promovida pelo “Movimento 31 de Julho” – um grupo anticorrupção –, realizada através do facebook, cujo resultado foi divulgado neste domingo (20/1), no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro, durante o Grito de Carnaval do Pega-Ladrão. A premiação fictícia é o Troféu Algemas de Ouro (foto) e um cheque de R$ 153 milhões que, segundo os organizadores, seria o valor supostamente desviado no esquema do “Mensalão”, recentemente julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Em segundo lugar, com as algemas de prata fica o ex-senador Demóstenes Torres (DEM-GO), com 3.175 votos corrigidos, quem teve o mandato cassado após suposta ligação com o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

E em terceiro, com as de bronze, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB-RJ), quem teria recebido 662 votos corrigidos.

Acredite se quiser. Mas, até numa eleição para escolher quem seria o mais corrupto, houve suposta tentativa de fraude. Depois de denúncias de internautas, os responsáveis pelo “Movimento 31 de Julho” teriam detectado um software robô programado para votar em certos perfis, possivelmente para mudar o ranking. Por causa disso, nove mil votos foram desconsiderados, por serem tachados como falsos. Os organizadores desse movimento anti-corrupção disseram ter analisado vários perfis nessa rede social e visto vários eleitores repetidos, além de eleitores de outros países com páginas recentemente criadas, participando da enquete. Também foram observados o número de amigos, idioma, país de origem e data que aderiu à essa mídia social, por exemplo. O caso foi reportado ao Facebook.

Essa é a segunda edição do “Troféu Algemas de Ouro”. Na que avaliou os políticos pelos feitos em 2011, o vencedor foi o senador José Sarney (PMDB-AP) com 60 por cento dos votos, cerca de sete mil eleitores. Enquanto a de prata, para o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.

Segue, abaixo, a lista completa dos indicados à premiação de 2012, e as justificativas dos organizadores do prêmio:

Demóstenes Torres (ex-DEM/GO) – ex-senador, da Quadrilha Delta-Cachoeira.

Eduardo Azeredo (PSDB/MG) – deputado federal, envolvido no mensalão do PSDB de MG.

Erenice Guerra (PT) – ex-ministra da Casa Civil, afastada por tráfico de influência.

Fernando Pimentel (PT) – ministro do Desenvolvimento, acusado de consultorias fantasmas.

Fernando Cavendish (Delta) – ex-presidente da Delta, empresário líder no mercado da corrupção.

Jader Barbalho (PMDB/PA) – senador, escapou da Lei da Ficha Limpa; envolvido no escândalo da Sudam.

José Roberto Arruda (ex-DEM/DF) – ex-governador do DF, cassado por corrupção explícita.

Lula (PT) –  ex-presidente, que não sabe do Mensalão nem do Rosegate, pelo conjunto da obra.

Paulo Maluf (PP/SP) – deputado federal, fugitivo da Interpol, pelo conjunto da obra.

Sérgio Cabral (PMDB/RJ) – governador do RJ, da Gang do Guardanapo, amigo da Delta.

Reações:

0 Leitor(es) opinou(aram) :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado, logo que aprovado, conforme Política de Uso do site.

O LEITURA SUBJETIVA agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Web Statistics